#16 – Especial Johnnie TO, pt. 2: THREE (2016)

Guilherme Martins e Filipe Furtado exploram a carreira de Johnnie To a partir do ano 2000. Nesta Pt. 2 falamos um pouco sobre a grande maioria dos filmes feitos nesta fase onde o sucesso no ocidente seria marcante, sendo abraçado por festivais como Cannes. Ser canonizado fora não impede o autor de continuar olhando sempre para Hong Kong: seu formalismo extremo é colocado na direção de um cinema social, onde mesmo as comédias parecem refletir questões de classe. A crise econômica, o governo chinês que quer tentar sentar na mesa com o crime organizado, a polícia sempre corrupta. THREE (2016) foi escolhido para representar o Johnnie To veterano, dominando com maestria o espaço do hospital, arriscando-se ao transformar sua única e grandiosa cena de ação em uma espécie de musical.

Procuramos dar conta deste período que é aquele mais conhecido por nós ocidentais, especialmente depois do sucesso internacional de FULLTIME KILLER (2001). Ele forma a parceria com Wai Ka Fai, com quem divide a direção e produção de diversos longas memoráveis, como RUNNING ON KARMA (2002) e MAD DETECTIVE (2007). A Milkyway também expande-se, diversifica seus gêneros, alcanças parceirias relevantes, com Johnnie To quase sempre a frente de seus projetos mais ambiciosos. Johnnie To apresenta musicais graciosos como SPARROW (2008), um romance espectral como ROMANCING IN THIN AIR (2012) e filmes com alto teor de violência, como clássicos como ELEIÇÃO 1 e 2 (2005-6), EXILADOS (2006), THROW DOWN (2004), LIFE WITHOUT PRINCIPLE (2011) ou DRUG WAR (2012).

O governo chinês aparece na indústria de Hong Kong pela primeira vez, seja banindo ELEIÇÃO 2, seja oferecendo co-produções como no DRUG WAR. O seu OFFICE (2015) apresenta, tal qual THREE, aquela exploração de um espaço cênico com um rigor especial. São quase quatro horas entre as Pt. 1 e a Pt. 2, onde esperamos ter apresentado com o respeito merecido a carreira deste que pode seguramente ser chamado de um mestre do cinema.

Eis o nosso índice:
1′ – Apresentação
1’18 – Johnnie To: 2000 a 2019
50’01 – Three
99’31 – Elegemos nosso Top 5 do Johnnie To, próximo episódio, agradecimentos

ONDE OUVIR O DETOUR:

Spotifyhttps://spoti.fi/3zVzzRg
Soundcloudhttps://bit.ly/2WHLzb7
Apple Podcastshttps://apple.co/3fgEWme
Deezerhttps://bit.ly/3j8iVqP
Google Podcastshttps://bit.ly/2WHMbxr
Castboxhttps://bit.ly/3ifdjMe
Pocket Casthttps://pca.st/z2swo7sq
Podcast Addicthttp://bit.ly/32BWXnE
Breaker – https://bit.ly/3zTGn28
PlayerFM – https://bit.ly/37hr4DP
Amazon Music https://amzn.to/37cwrEm
Stitcherhttps://bit.ly/3xcq6Uc

Conteúdo adicional:

Livros sobre o cinema de Hong Kong:

HONG KONG BABYLON, Fredric Dannen e Barry Long (1997)
HONG KONG CINEMA: THE EXTRA DIMENSIONS, Stephen Teo (1997)
DIRECTOR IN ACTION: JOHNNIE TO AND THE HONG KONG ACTION FILM (1997), Stephen Teo
e o nosso CIDADE EM CHAMAS: O CINEMA DE HONG KONG (2018), Júlio Bezerra e Filipe Furtado (org.)

Viagem pelos filmes de Johnnie To, artigo do Sérgio Alpendre
A domesticação á base da liberdade, artigo do Marcelo Miranda
DRUG WAR, comentário no blog do Filipe
Um passeio pelos filmes de Johnnie To, especial que o Filipe fez no seu blog
VENGEANCE, comentário no blog do Filipe
SPARROW, comentário no blog do Filipe
EXILADOS, crítica do Guilherme
ELEIÇÃO, crítica do Guilherme
Cidade em Chamas – O Cinema de Hong Kong (versão PDF), catálogo
Benny Chan – Uma filmografia comentada, especial que o Filipe fez no seu blog
Comentário do Filipe sobre Drug War
Comentário do Filipe sobre The Enigmatic Case
Comentário do Filipe sobre Happy Ghost III
Comentário do Filipe sobre The Big Heat
Comentário do Filipe sobre All About Ah-Long
Comentário do Filipe sobre Don’t Go Breaking my Heart 2
Comentário do Filipe sobre A Moment of Romance
Comentário do Filipe sobre Cassino Raiders II
Comentário do Filipe sobre Justice, My Foot!
Comentário do Filipe sobre The Bare-Footed Kid
Comentário do Filipe sobre Beyond Hypothermia
Comentário do Filipe sobre Chasing Dream

Comentário do Filipe sobre The Mission
Lista com os filmes exibidos na mostra Cidade em Chamas: O cinema de Hong Kong

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s